11.10.06

Escuro

ESCURO

molho nos olhos, lágrimas de escuridão
dentro da noite
sem um perdão
a poesia da vida
vida e sobrevida
convivida
dividida
divina convivência
que é a arte da paciência
tolerância
adquirida
que gera dependência
me traz de uma demência
no infinito
desta escuridão
...
quem mandou não pagar a luz???
deu nisso...
porra!!!

3 comentários:

Lucia disse...

Ei!
Gosto das coisas que vc escreve, de como vc joga com as palavras, e de como vc joga as palavras na página, ainda que seja uma página virtual.
Continue regando a arte com a força da sua expressão porque ela precisa dessa energia.
E adorei a logo!
Bjos e boa quarta!

Ka disse...

Muito bacana como vc brinca com as palavras, fica muito gostoso de ler! realmente sou sua fã!
E esse teu olhar na foto ficou tudo de bom! rs
Bjos e parabéns pelo talento!

Josy disse...

q olhar ein!